Oi oi 🙂 Tudo bem por aí? Como foi essa semana? Espero que bem! Nessa semana que passou eu terminei de ler a HQ daytripper dos irmãos @fabiomoon e @gabriel_ba . Eu queria ler essa HQ desde o ano retrasado, quando eu fui pela primeira vez pra CCXP e estava mega ansiosa e pesquisava sobre os artistas da Artist’s Alley hahaha. Eu nunca conseguia comprar porque ela estava sempre muito cara, já que (além de linda e maravilhosa) essa HQ tem capa dura e muuuuitas páginas (para noooossa alegria ❤ ). E hoje, finalmente chegamos ao grande dia de eu publicar um texto sobre essa incrível obra prima e ainda compartilhar um aprendizado divino (literalmente hehehe)

Ps: Essa é uma sugestão de música pra você ouvir enquanto lê ❤

Arte, vida e morte

Se eu tivesse que resumir daytripper em poucas palavras, com certeza seriam estas três:

Arte
Vida
Morte

Você pode estar se perguntando… “Por que?” Pois bem. Eu não posso te contar tudo porque perderia a graça e a surpresa quando você ler. MAAAS eu posso dizer que em alguns momentos você não vai conseguir distinguir o que é arte do que é vida e do que é morte. Essa minha frase é meio esquista? Sim, é hahahaha mas quando você ler, você vai entender ❤

Sobre o que é a HQ?

Falando de forma simples, a HQ conta a vida de Brás (personagem principal) e não é uma narrativa linear, muito menos cronológica. O que mais faz brilhar os olhos nessa história é que a vida simplesmente é retratada como de fato ela é. Os autores nos colocam em situações cotidianas que nos geram diversas emoções e não muito raro nos despertam questionamentos essenciais (de novo, digo isto de forma literal hahaha). Talvez alguém pudesse dizer que daytripper é um desabafo sobre a vida moderna ou então um diário de alguém comum, mas eu digo algo diferente. Para mim, daytripper é uma simples fotografia da vida, e por ser exatamente o que é e dessa forma nos transmite exatamente o que deveria transmitir.

Cores

Antes de passar para reflexão que Deus levantou no meu coração ao ler esta HQ eu queria deixar aqui um parágrafo todinho dedicado só para arte incrível ❤

Propósito de vida

Agora sim, agora que já te mostrei as cores e formas que encantaram os meus olhos, eu queria compartilhar algo que Deus colocou no meu coração.

Enquanto eu lia a vida de Brás através dos quadros, percebi que ele apenas seguia a vida. Quadro a quadro, dia após dia, Brás apenas vivia. E bem, viver um dia após o outro não é um problema, não mesmo. Mas parando para refletir… Qual era o propósito de Brás? Me parecia apenas que Brás respondia ao mundo. Algo acontecia e Brás respondia. E sabe… Eu não acredito em uma vida sem propósito, sem motivo, cada um que existe possui um propósito, um motivo para ser. Você pode estar me xingando e dizendo: “Mas o Brás é um personagem de uma história fictícia, ele não precisa ter um propósito”, mas saiba, caro leitor, que os personagens de histórias fictícias são as criações fictícias com mais propósito do que você imagina. Pensa comigo. Ninguém cria um personagem só para criá-lo (bom, um bom escritor jamais faria isso hahaha). Todo escritor é intencional no que escreve, nada é sem propósito, nenhuma palavra é escrita apenas para preencher o papel (novamente, os bons escritores pelo menos hahaha). Então… “Qual era o propósito de Brás?”, simples, o propósito de Brás era passar a mensagem que os seus autores queriam, era transmitir e aquilo que seus criadores tinham em mente (e coração) quando o criaram. Todos sabemos que Brás não poderiam se rebelar e começar a escrever a sua própria história, pois é um ser inanimado. Mas essa reflexão me fez pensar sobre nós e a nossa vida real.

Qual o seu propósito?

Essa pergunta no subtítulo pode ser um pouco assustadora de início, mas ela pode ser mais fácil do que você imagina. Vamos lá, em um cenário hipotético onde Brás poderia ter autonomia e fazer o que bem entendesse, qual seria a melhor forma dele descobrir o seu propósito? Vou esperar você pensar numa resposta . . . . . . . . . Pronto, pensou? A minha resposta seria “perguntar para os seus autores/criadores” hahahaha. Pode parecer um pouco esquisito, mas nós podemos fazer exatamente a mesma coisa. Deus não é o criador de todas as coisas (eu sou cristã, então essa é a verdade que eu carrego) e não foi Ele quem te criou? Ta-dam! Graças a Jesus, nós temos acesso livre para conversar com o Criador do universo! Se foi Ele quem te criou, é lógico que Ele sabe qual o propósito da sua existência e mais: Ele sabe qual o seu lugar no mundo 🙂 mas isso já é assunto para outro texto hahaha.

Espero que você tenha gostado do post e sinta-se convidado a compartilhá-lo com seus amigos 🙂 dessa forma a nossa comunidade Doryana (ainda preciso pensar num nome decente hahaha) cresce mais e mais ❤

Com amor, Dory ❤

Sobre Dory <3

Oi! Eu sou a Dory :) eu amo escrever e por isso criei um blog há uns anos atrás. Um resumo: sou cristã, estudante de Letras, pseudo piadista e humana

0 comentário em “Por que ler Daytripper?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: