Cristianismo Uncategorized Vida

Cansei de você, ANSIEDADE

Olá amigos, como vocês estão? Espero que bem, apesar desses últimos dois meses de eleições terem sido beeem… agitados (por favor, perceba meu eufemismo hahahah). Não sei se todos viram, mas agora nós temos uma página no facebook!!! Uhuuuul \o/ assim fica mais fácil você acompanhar as coisas aqui do blog e divulgar para os amigos. E na última publicação da página, eu lancei um desafio, e parabéns moço Júlio César você acertou! Okay, vamos para o tema de hoje 🙂

 

Eu e a Ansiedade

Huuum, e agora? Como eu deveria começar esse texto? Acho que pelo título vocês já perceberam que eu estou um pouco cansada da ansiedade, certo? Mas acho que preciso explicar um pouco melhor a minha relação com ela. Tudo começou no meu ano de cursinho, as coisas estavam difíceis, eu precisava estudar o quanto eu pudesse durante a semana, ir pras aulas extras aos sábados (as quais eu parei de ir depois hahaha) e aos domingos trabalhava pra pagar o cursinho (que mesmo com um bom desconto ainda era beeem caro). E nesse furacão de emoção e pressão, percebi que estava cada vez mais difícil levantar da cama, percebi que minhas “paranóias” em relação ao que as outras pessoas pensavam de mim estava piorando. E então depois das férias de Julho eu tive a notícia que eu não poderia mais fazer cursinho por causa de um problema financeiro em casa…Aquilo me destruiu, mas eu tentei me manter firme e ir atrás de outra solução, tentei uma bolsa de estudos no exterior (fui reprovada), tentei faculdade privada (não me identifiquei) e por fim fui fazer aula de japonês (que era a única coisa que eu sabia que queria). Mas já era tarde, a ansiedade começava a dar as caras aos poucos. Esse foi o começo, no começo do próximo ano, durante a viagem de férias que faço com minha família percebi que eu já não tinha mais controle da minha saúde mental (na verdade eu já tinha perdido a muito tempo, mas era teimosa demais pra admitir) e resolvi buscar ajuda médica pra valer (antes eu já tinha ido consultar uma psiquiatra, mas ficamos só com um remédio fitoterápico). E então começou a minha luta “oficial” contra a ansiedade patológica.

 

Ansiedade natural x Ansiedade patológica

Eu imagino que para as pessoas que nunca tiveram contato com a ansiedade como doença (patologicamente) é estranho ouvir esta diferenciação que fiz. Para que as coisas fiquem mais claras, quero explicar de forma simples o que diferencia uma da outra. A ansiedade natural é aquela que todos nós temos, seja nos momentos de tensão, pressão ou até mesmo aquela vontade louca às vezes para que o dia seguinte chegue logo. Esta ansiedade é natural e necessária para a nossa vida, porém existe a ansiedade patológica, onde essa tensão deixa de ser saudável e passa dos níveis normais. Um dos primeiros sintomas é a perda constante de sono e a perda de controle dos pensamentos que ficam te perturbando desenfreadamente. Quero lembrá-lo que eu não sou médica nem psicóloga, só estou relatando aquilo que eu aprendi ao longo dessa minha luta diária com a tal da ansiedade. Por isso, caso você suspeite que tenha ansiedade patológica, procure um especialista, pois ele estudou muito pra poder te ajudar da melhor forma.

img_20181028_125522

A ansiedade e a Fé

Eu sempre ouvi das pessoas ao meu redor, que quem tem ansiedade ou depressão é por falta de fé, porque quem confia verdadeiramente em Deus não tem ansiedade nem depressão. Por isso quando eu comecei o tratamento contra essa doença, fiquei bem confusa e sempre perguntava para Deus se tudo aquilo era minha culpa… Com o tempo Deus foi me explicando que na verdade a ansiedade era algo que Ele queria usar na minha vida para que mais pessoas o conhecessem e que não era minha culpa. Fiquei confusa, como essa coisa poderia ser útil? Depois de alguns meses tratando e finalmente me sentindo melhor (depois de meses me sentindo no limite emocional) pessoas com ansiedade vieram ao meu encontro, e aos poucos percebi que eu era praticamente um imã de pessoas com as mesmas dificuldades que as minhas. Percebi que apesar de ser algo bem desgastante, era algo que poderia ser usado pra ajudar alguém.

 

O cansaço

Mas com o tempo a luta com a ansiedade começou a me desgastar mais e mais. Ser um instrumento nas mãos de Deus era incrível, mas nos momentos em que a ansiedade não era “útil” ela era um fardo enorme! Comecei a orar ao Pai, pedindo que Ele me livrasse de tamanho fardo. E percebendo que aquilo não era da vontade Dele (pelo menos, não nesse momento) fiquei chateada, estava cansada e fatigada, só queria ser normal como todos, só queria ter uma vida normal… E então Deus me lembrou de Paulo, que escreveu em 2 coríntios capítulo 12, versículo 9.

 

“E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo.”

 

Bom, talvez aqui na terra eu nunca me livre da ansiedade, mas eu quero sempre me lembrar que a graça me basta. É algo fácil? Certamente que não. Sou muito necessitada da graça do Senhor, e sei que Ele nunca me deixará.

 

A conclusão

Eu não sei ainda o que Deus quer de mim em relação a toda essa questão, este texto é mais para um desabafo, a única coisa que sei é que Deus colocou alguns objetivos para que eu cumprisse e eu os perseguirei até os alcançar, a ansiedade será um obstáculo diário, mas não quero desistir. Essa determinação no entanto, é Ele quem me dá. Rogo para que a cada dia Ele me sustente, porque se for só por mim, eu ficaria na cama o dia todo.

 

“Eis que Deus é o meu ajudador, o Senhor é quem me sustenta a vida”

Salmos 54:4

 

Em desabafo, Dory ❤

Anúncios

Sobre Dory <3

Eu me denomino como Dory, uma pequena menina que é super mega atrapalhada e se distrai facilmente. MAS que o coração anseia por fazer amigos e o que é certo (ou pelo menos tentar). Sou cristã, estudante de Letras, pseudo piadista e humana.

0 comentário em “Cansei de você, ANSIEDADE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: