PorQue? Uncategorized

Por que assistir… Boku no hero?

Oi oooi! Como você está? Espero que bem 🙂 Hoje eu quero inaugurar um novo quadro aqui no blog que vai se chamar “Por que…?” Que explicando de forma básica é um quadro para indicação de coisas super legais! “Ué… Mas e as listas?” Calminha amigo, as listas vão continuar como sempre foram, o papel desse novo quadro do blog é ir mais afundo nos itens indicados, enquanto as listas são um “juntadão” de recomendações para que você se lance em novos prazeres 🙂 Em resumo… As listas servem como um grupo de recomendações superficiais enquanto os Por que…’s serão mais como uma análise mais densa ~

Com todas as coisas explicadas, vamos a nossa primeira indicação!

Boku no hero (Anime)

Assim como os filmes, músicas e quadrinhos, os animes também tem os seus estilos e tendências. Por exemplo quando eu era apenas uma pequena Dory, os animes eram um pouco diferente dos que temos hoje, naquela época (tô parecendo tia HAHAHA) os animes tinham um forma mais  Naruto, Dragon Ball, Pokemón, Digimon, em que as histórias se baseavam em um mundo fantástico com um herói que tinha que concluir alguma jornada junto com seus amigos. Os traços eram bem semelhantes aos utilizados em mangás, que são meio duros e geométricos, as vestimentas dos personagens principais eram muito bem trabalhadas enquanto a dos personagens secundários nem tanto. Já outra geração um pouco mais pra frente é Katekyo Hitman Reborn (KHR), One Piece, Bakugan e alguns outros nesse gênero, eles têm o traço não tão apegado ao do mangá, ou seja, começa a surgir uma independência estilística mas as histórias continuam a ser dependentes dos mangás.. E os de hoje tem uma pegada um pouco diferente, são mais como Sword Art Online (SAO), KonoSuba, Re:Zero, Shokugeki e  etc onde nem todos os animes são baseados em mangá, e acabou por ter uma personalidade própria onde o traço mais suave e adaptado ao formato de vídeo. Claro que vários animes são baseados em mangás, tais como SAO e Shokugeki como citei anteriormente, mas há uma maior liberdade e independência para os animes. E é nesse cenário atual que Boku no hero nasce e traz de novo uma mistura de Naruto com Katekyo Hitman Reborn, com tramas emocionais profundas, convicções de caráter do protagonista (muito característico da geração naruto/pokemon), lutas muito bem pensadas e poderes muito criativos (característico de KHR), que é justamente outro ponto que levantarei no próximo tópico. Por trazer esse ar nostálgico (resultado de um resgate de algumas características dos animes mais antigos), muitas pessoas “raízes” se sentiram muito feliz com o retorno triunfal do estilo.

Somos poderosos como somos!

Um outro ponto que eu já mencionei antes, e que foi muito bem trabalhado e explorado é como poderes simples conseguem ganhar utilidade e serem tão incríveis quantos os poderes clássicos de super-heróis. Acho que assim como eu, muitos já estão enjoados das mesmas histórias, das mesmas habilidades e blá, blá, blá… Por isso Boku no hero, sendo tão inovador, por trabalhar com não-usual mostra que coisas que superficialmente pareçam simples e inúteis, podem se tornar uma das habilidades mais incríveis.

Personagens “clássicos” com pitadas novas

Recentemente os personagens que têm ganhado destaque nos mainstreams têm traços mais “modernos”, ou seja, com formas mais suaves e menos rígidas.

 

 

 

 

 

(comparando: Boku no hero – imagem de cima;  KHR – imagem na esquerda inferior – e Re:Zero – imagem na direita inferior)

Já em Boku no hero encontramos os traços antigos com algumas características que deram certo nos animes mais recentes, assim como falei antes, com um “Q” de clássico, já que em uma grande maioria dos personagens eles possuam cabelos pontudos e/ou cortes surreais.

 

Esses são os pontos em relação à parte física, creio que na construção emocional dos personagens também haja alguns pontos a serem comentados.

 

Personalidade forte essa, hein?!

Um aspecto emocional do Midoriya (protagonista de Boku no Hero) que marca muito é a sua forma inteligente que não é baseada só em pancadaria. Gosto muito também como as tramas de cada uma das personagens vai se desenrolando, não demorando demasiadamente, nem apressando e forçando os sentimentos, a história simplesmente vai fluindo.

 

Nossa, já escrevi tudo isso?! Só com um post não é possível abordar todos os aspectos dessa animação, mas sei que em poucas (ou não tão poucas) palavras, consegui fazer um panorama do anime. Espero que você tenha gostado desse novo quadro do blog ^^ Sinta-se livre para deixar um comentário de feedback!

 

Em amor, Dory ❤

Anúncios

Sobre Dory <3

Eu me denomino como Dory, uma pequena menina que é super mega atrapalhada e se distrai facilmente. MAS que o coração anseia por fazer amigos e o que é certo (ou pelo menos tentar). Sou cristã, estudante de Letras, pseudo piadista e humana.

0 comentário em “Por que assistir… Boku no hero?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: