Oi oi gente! Tudo bem? Espero que sim, eu estou mega bem 😉 principalmente porque minha faculdade está em greve e eu estou tendo mais tempo pra fazer coisas divertidas hehehe. Nos últimos meses eu tenho tido dificuldade de me sentir satisfeita com pequenas conquistas da vida. Talvez você chame isso de reflexo da sociedade moderna que vive um capitalismo doentio baseado no meritocracia, eu apenas digo que não viver os pequenos presentes da vida faz mal hahaha. Nesse meio tempo em que eu estive divagando com a minha insatisfação pessoal, cheguei a algumas conclusões que gostaria de compartilhar com vocês ❤

img_20180509_174323

“Não fez mais do que a obrigação”

Pela graça de Deus meus pais nunca me disseram essa frase (MUITO obrigada mamãe e papai Dory) mas eu sei que existem muitas pessoas cresceram ouvindo ela. O problema desta pequena “afirmação” é dizer que só porque algo é uma “obrigação” ela não deve ser comemorada.. Meus pais não falando isso pra mim me ensinaram uma valiosa lição, que infelizmente fui perceber só recentemente, de que mesmo que algo já seja esperado, só pelo fato de eu ter conseguido cumprir com isso já é algo bom e merece ser reconhecido.

Na minha cabeça eu tinha uma ideia muito errada de que as pessoas sempre esperavam de mim apenas acertos e que isso era óbvio, enquanto os erros eram uma quebra de expectativa e decepção para as pessoas a minha volta (muito besta eu hen?). Foi quando conversando com a minha mãe e irmã sobre como eu me sentia frustrada comigo mesma que elas me fizeram perceber que eu não estava dando a devida importâncias às pequenas vitórias e conquistas da vida. Como lavar a louça na que minha mãe pede ou então conseguir terminar um trabalho pra faculdade antes do prazo. São coisas que são “esperadas”, mas só porque são coisas esperadas não significa que não devem ser comemoradas.

 

O olhar do Pai sobre nós

Um dos maiores problemas que eu enfrentava era de não me dar valor e pensar que eu nem mesmo conseguia fazer o mínimo, mas quando percebi que as pequenas coisas tinham valor, minha visão de mundo mudou. Assim como entender como o Pai celeste me vê muda como eu me trato.

Admitindo ou não, todas as nossas conquistas e vitórias são presentes de Deus, e quando eu desprezava alguma delas, seja pequena ou grande, Deus certamente se entristecia, pois eu estava rejeitando algo que Ele me dera. Deus sabe que somos seres imperfeitos, corrompidos pelo pecado e que sem Ele não conseguimos fazer nada de bom e mesmo assim quando fazemos algo de bom Ele se alegra e comemora conosco. Temos vários exemplos na Bíblia, sendo Davi um dos mais marcantes. Talvez um versículo que te ajude a entender essa ideia seja Colossenses 1:10-12

 

“E isso para que vocês vivam de maneira digna do Senhor

e em tudo possam agradá-lo, frutificando em toda boa obra,

crescendo no conhecimento de Deus e sendo fortalecidos com todo o poder,

de acordo com a força da sua glória,

para que tenham toda a perseverança e paciência com alegria, dando graças ao Pai,

que nos tornou dignos de participar da herança dos santos no reino da luz.”

 

Nós nos afastamos Dele, Ele veio atrás de nós, e Ele se alegra quando somos salvos

Eu e você estávamos perdidos no pecado, nós nos afastamos Dele e ELE veio atrás de nós, mas mesmo assim quem fica mais feliz quando somos salvos é ELE! Não é maravilhoso? A reconciliação com Deus é algo de graça e imerecido mas mesmo assim a pessoas mais feliz com tudo isso é Aquele que menos precisava se importar com isso. Por que? Porque Ele é o Amor 😉 o plano da salvação é o ápice da GRAÇA, que quando não merecemos algo, mas isto nos é dado.

Muitas vezes nos prendemos nas coisas que nós não conseguimos cumprir, nas coisas que cumprimos mas são pequenas demais e tantas outras coisas… Porém a coisa mais importante não é o merecimento, mas sim a graça.

 

Espero que a ideia de graça tenha ficado um pouco mais clara pra você =] E de que as pequenas coisas também tem valor.

 

Em amor, Dory ❤

Anúncios

Sobre Dory <3

Eu me denomino como Dory, uma pequena menina que é super mega atrapalhada e se distrai facilmente. MAS que o coração anseia por fazer amigos e o que é certo (ou pelo menos tentar). Sou cristã, estudante de Letras, pseudo piadista e humana.

0 comentário em “Sobre a GRAÇA!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: