Uncategorized

Não é sobre sentir, é sobre escolher!

Oi oi queridos amigos! Como estão? Sentiram falta de mim na semana passada? Não se preocupe, vou explicar o porque nós não tivemos texto semana passada e algumas mudanças de calendário por aqui. Primeiramente, vamos falar sobre AWAM. Desde o último capítulo postado, eu estive pensando se daria continuidade à história ou entraria em um hiato (ou seja, uma pequena pausa), e como você puderam perceber, não tivemos texto segunda passada, e ficaremos assim por alguns meses. Quanto tempo eu já não sei, mas será por um período razoável. Já em relação aos outros “quadros” do blog, vou manter os textos reflexivos de sempre e as listas também. Eu cheguei a conclusão que nas 1ª e 3ª segundas-feiras eu postarei os textos reflexivos e na 2ª segunda-feira uma listinha. Já às 4ª segundas-feiras será uma “folga” ou um texto de algum convidado! Então fiquem atentos, a qualquer mês vocês podem ser surpreendidos com alguma coisa diferente por aqui. E toda vez que tivermos a 5ª segunda-feira, teremos um texto extra com tema livre, pode ser tanto de algum convidado, quanto uma listinha ou algum outro texto com formato completamente novo 😉 Well, recados dados (muitos, a propósito) vamos ao que mais interessa, o tema de hoje!!

IMG_20180219_080253.jpg

 

Eu sou uma pessoa bem emotiva, boa parte das decisões que tomei na vida foram baseadas nos meus sentimentos, na intuição e principalmente pelo que o meu coração dizia (no sentido figurado, claro). Mas ao longo da minha caminhada cristã (que convenhamos, ainda falta bastante para eu me considerar “madura” espiritualmente) percebi que em diversas situações a nossa carne nos levará ao caminho oposto de Cristo. Paulo explicou muito bem essa antagonia da carne e o Espírito em Gálatas 5:16-17

“Por isso digo: Vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne.

Pois a carne deseja o que é contrária ao Espírito; o Espírito, o que é contrário à carne.

Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam.”

O apóstolo é claro! Nós nunca conseguiremos satisfazer a carne e a Deus ao mesmo tempo. E por causa dessa luta entre carne e Espírito, muitas das coisas que sabemos que precisamos fazer e mudar em nós não serão movidos pelos nossos sentimentos e coração. Um bom exemplo é a questão a preguiça… Eu sou um ser extremamente preguiçoso, principalmente quando algo de “limpeza” e “arrumação” está associada a tarefa. Esta minha falta de vontade de cumprir minhas obrigações em casa, na igreja e em muitos outros lugares estava causando muitos transtornos. Foi então que percebi que algo não estava certo, e entendi que eu deveria tomar uma atitude perante a situação. A minha consciência dizia: “Vê se toma jeito menina! Onde já se viu?! Causar problemas na vida dos outros por causa de PREGUIÇA!” mas o meu coração dizia: “Ah… Eu não tenho vontade de limpar as coisas, existem pessoas que gostam mais disso do que eu, elas podem resolver isso sem mim…” E eu ficava nessa confusão de vozes internas… Até que finalmente me lembrei que falta uma voz muito importante que eu ainda não havia consultado e não estava ouvindo, mas que eu sabia que estava falando, e falando bem alto… A voz de Jesus!

Quando eu me toquei do erro, fui à presença Dele perguntar a qual voz eu devia ouvir, e a resposta foi direta. Ele disse “A nenhuma dessas! Você é uma ovelha minha e deve ser guiada pelo que eu te digo. E você sabe qual é a minha vontade, não sabe?” Envergonhada, admiti para mim mesma e para Ele o quão egoísta eu estava sendo… Servir aos outros é um mandamento muito enfático do nosso Pai, mas eu O estava desobedecendo só porque não sentia um calorzinho no interior… Tudo bem, devemos fazer tudo com alegria e de coração, mas isso independente dos meus sentimentos. Pois se eu sei que esta é a decisão certa e quero fazer de coração, o que me impede de pedir ao Pai celestial para que Ele mude o meu coração e eu sirva com o coração sincero? De fato, esta foi uma das lições mais fortes que o Senhor tem me ensinado esses dias, e cá entre nós, não tem sido nada fácil abrir mão dos meus sentimentos cômodos e buscar pelo que é certo e faz o Eterno sorrir.

Acredite em mim, a vida cristão não é nada fácil. Para seguir a Jesus é necessário carregar a nossa própria cruz, assim como está escrito em Mateus 16:24

“Então Jesus disse aos seus discípulos:

‘Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.’ ”

Mas apesar de não ser uma caminhada fácil, Jesus também disse que poderíamos contar com Ele pra tudo, porque sozinhos nós nunca iremos conseguir fazer nada, mas com Ele podemos todas as coisas!

“Jesus olhou para eles e respondeu:

‘Para o homem é impossível , mas para Deus todas as coisas são possíveis.’ ”

Mateus 19:26

Peça a ajuda do Senhor, tenho certeza que Ele nunca te negará este pedido 😉 E o mais importante! Deus deixou para nós 2 coisas super importantes que nos ajudam nesta árdua tarefa de seguir a Cristo. Primeiramente Jesus nos enviou o Espírito Santo, o nosso auxiliador e consolador e em segundo a Igreja, que é o corpo de Cristo e nós fazemos parte. Não se preocupe, você não está só!

E assim encerramos o texto de hoje, espero que ele lhe tenha sido útil 🙂

Em amor, Dory ❤

Anúncios

Sobre Dory <3

Eu me denomino como Dory, uma pequena menina que é super mega atrapalhada e se distrai facilmente. MAS que o coração anseia por fazer amigos e o que é certo (ou pelo menos tentar). Sou cristã, estudante de Letras, pseudo piadista e humana.

0 comentário em “Não é sobre sentir, é sobre escolher!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: