Uncategorized

Voltemos ao primeiro amor!

Oi oi família aquática!! Textinho surpresa extra, Deus me colocou um tema que senti ser algo urgente, por isso temos um texto a mais esse mês!! Mas… Como vocês estão nesse frio? Espero que bem quentinhos 😉 Ah! Se você tiver alguma roupa “sobrando” em casa, aquela que você não usa a um tempo e não acha que vai usar tanto assim, DOE! Essa roupa que não está sendo tão útil pra você pode salvar a vida de alguém! Dados os recados, vamos ao tema. Hoje quero conversar um pouco sobre o primeiro amor de quando nos encontramos com Deus pela primeira vez de forma verdadeira. Pode não parecer, mas tem tudo a ver com esse recadinho do começo.

Antes de mais nada, vou compartilhar o versículo que inspirou este texto:

“Ao anjo da igreja em Éfeso, escreva:

‘Estas são as palavras daquele que tem as setes estrelas em sua mão direita e anda entre os sete candelabros de ouro. Conheço as suas obras, o seu trabalho árduo e a sua perseverança. Sei que você não pode tolerar homens maus, que pôs a prova os que dizem ser apóstolos mas não são, e descobriu que eram impostores. Você tem perseverado e suportado sofrimentos por causa do meu nome e não tem desfalecido. Contra você, porém, tenho isto: você abandonou o seu primeiro amor.’ ”

Apocalipse 2:1-4

Eu me vejo muito como a igreja de Éfeso, tenho muito zelo pelo que agrada ou não o Pai, tenho me mantido alerta para com os falsos profetas e apóstolos, mas me distanciei do primeiro amor… Mas… O que seria esse primeiro amor? Bora (re)descobrir o que ele é?

13321027_572064199620604_88574474_o

Não sei como foi a sua história de quando Jesus entrou e começou a obra Dele na sua vida, mas sei que existem alguns ponto principais que Jesus começa a mover em nós. O primeiro que é a sede e paixão por Ele. O segundo, vontade e busca por fazer aquilo que agrada ao Pai, anseio pela santificação (estou planejando fazer um texto explicando melhor este ponto, mas basicamente é um processo que dura a nossa vida inteira aqui na terra, onde Deus nos molda e a cada dia nos parecemos mais com Jesus). E finalmente o terceiro, que é uma vontade incontrolável de partilhar desta maravilhosa notícia com todos a nossa volta. E eu acredito que esse é o tão falado primeiro amor. João não termina a carta à igreja de Éfeso no versículo 4 dizendo apenas que eles haviam perdido este sentimento tão precioso, ele continua:

“Lembre-se onde caiu! Arrependa-se e pratique as obras que praticava no princípio.

Se não se arrepender virei a você e tirarei o seu candelabro do lugar dele.”

Apocalipse 2:5

Lendo o versículo 5 percebemos como isso é grave e que devemos buscar saber onde nos desviamos do primeiro amor e nos arrependermos. Mas… Como saberemos onde caímos? Onde acabamos nos desviando? A resposta é mais simples do que imaginamos, PERGUNTE a Deus! Ele conhece a cada como ninguém, até porque foi Ele que nos criou e nos formou, pensando em cada detalhe e conhecendo cada célula do nosso corpo. Certamente Ele não o rejeitará e não deixará de ouvi-lo pois está escrito no livro de João:

“Todo aquele que o Pai me der virá a mim, e quem vier a mim eu JAMAIS rejeitarei.”

João 6:37

Então vá sem medo 😉

Para que não fique apenas como algo teórico, vou compartilhar sobre onde eu caí, e bem… Desde que descobri tenho buscado melhorar (com a ajuda do Eterno é claro) a cada dia. Talvez você não saiba, mas eu nasci, cresci e vivi na igreja. Por isso sei muitas coisas teóricas sobre a Palavra, coisas teológicas e muitas histórias sobre os heróis da fé. No entanto essa “bagagem” teórica que eu carrego acabou se tornando em sentimentos nada legais, tais como o orgulho, a arrogância, a falta de gratidão, e o mais perigoso, a falta de misericórdia para com o próximo. No meu interior eu pensava que por saber “tanto” e por sempre ter estado com Deus eu era uma pecadora “menos pior”… Muito feio esse pensamento neh? E todas estas coisas ruins vieram da minha perda do primeiro amor, principalmente o terceiro ponto que falei no início. Mas Papai, misericordioso como sempre, me resgatou de mim novamente! Ele me deu um belo de um puxão de orelha e me mostrou através da vida de Paulo, que perante a Lei era um exemplo e zelava muito por ela, mas mesmo assim não conhecia a Deus de verdade. Bem, foi então que o Espírito Santo abriu os meus olhos para que eu finalmente enxergasse que eu era tão pecadora quanto os outros que eu julgava ser pecadores “piores”… E também que o processo de santificação, e de me aproximar de Deus nunca está no meio ou no fim, mas sempre no começo, do começo, do começo… E quando pensamos ter avançado uma “fase” percebemos que ainda estamos no começo, do começo…

Sinto no meu coração que boa parte do Corpo de Cristo tem se perdido do seu primeiro amor, e tem olhado pro mundo com o coração arrogante, orgulhoso, e não com olhos de misericórdia como Jesus… Minha oração é que o Pai possa levantar seus servos para mostrar o quanto o Senhor anseia que a sua Noiva retorne ao primeiro amor.

 

Em amor e misericórdia, Dory ❤

Anúncios

Sobre Dory <3

Eu me denomino como Dory, uma pequena menina que é super mega atrapalhada e se distrai facilmente. MAS que o coração anseia por fazer amigos e o que é certo (ou pelo menos tentar). Sou cristã, estudante de Letras, pseudo piadista e humana.

0 comentário em “Voltemos ao primeiro amor!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: