Uncategorized

Reconhecendo nossas limitações

 Olá queridos habitantes deste vasto oceano que chamamos de vida! Sentiram minha falta? Hahaha bom aqui está o primeiro texto do ano, e o primeiro texto de muito tempo. É… depois de tanto tempo, já estava triste por não estar postando nada por aqui. No texto de hoje gostaria de discorrer sobre o que eu aprendi nesse meio tempo em que estive “off”.

17838674_1277248712387798_850066865_o

 

Bom, quando eu cogitei a ideia de criar o blog, a ideia era criar um espaço onde eu “armazenaria” meus texto e estes estariam disponíveis às pessoas também. Estava animadíssima, e mais confortável para publicá-los, já que são longos. Costumava postá-los nas redes sociais, mas percebi que algumas vezes se tornavam incômodos. Mas antes de tornar tal ferramenta pública, me planejei quanto à frequência que os textos seriam postados e o tipo de assunto que eu abordaria. No entanto aos poucos vi que não poderia seguir com aquilo que planejei. Percebi que o tempo e os imprevistos quebravam com minha organização (a qual já não é tão boa por si só Hahaha) e que os assuntos que o Pai me pedia para redigir eram bem diferentes dos quais eu cogitei no início. Relutei, me reorganizei, mas vi que não se pode lutar contra aquilo que é perfeito… Vi que queria impor meus planos falhos sobre os planos perfeitos Daquele que me ama infinitamente pela Graça… Vi que o orgulho, o monstrinho que vivia nas profundezas do meu coração, aquele que eu escondia a todo custo, estava muito forte… Foi então que me rendi. E ao me render, finalmente abrir, ouvidos, mente e coração para o que Ele queria, percebi que o que Ele tinha era muito maior do que aquilo que eu mesma imaginava.  Na Bíblia mesmo vemos exemplos de pessoas que tinham seus próprios planos e quiseram impô-los ao Pai também, tais como Jonas que fugiu de Nínive, Moisés que matou o egípcio e tantos outros que cairam nesta mesma armadilha.

 Sei que não é de uma hora para outra que o coração se transforma, mas sei também que o nosso Senhor pode todas as coisas até me tornar uma nova criatura (2 co 5:17) E que nos protege com o Seu poder (1pedro 1:3-5) Ele só espera que eu me arrependa e peça a ajuda Dele.

 Queridos nadantes, deixou aqui então, um compartimento dos meus aprendizados com o Pai. Sinta-se a vontade para fazer o mesmo nos comentários =]
Dory ❤

Anúncios

Sobre Dory <3

Eu me denomino como Dory, uma pequena menina que é super mega atrapalhada e se distrai facilmente. MAS que o coração anseia por fazer amigos e o que é certo (ou pelo menos tentar). Sou cristã, estudante de Letras, pseudo piadista e humana.

0 comentário em “Reconhecendo nossas limitações

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: